Martinsas Contabilidade

Notícias

Como inovar na divulgação do seu pequeno negócio em tempos de pandemia

No Mês da Inovação, Sebrae estimula que empresários saibam aproveitar as oportunidades na internet para anunciar e vender seus produtos e serviços

A pandemia do coronavírus provocou um salto de inovação em muitos segmentos econômicos, acelerando a transformação digital de negócios em todas as cadeias produtivas. Com as medidas de isolamento social impostas para evitar o contágio da doença, os empresários tiveram que buscar soluções inovadoras para continuar em contato com os clientes e oferecer seus produtos e serviços. Um tipo de inovação que ficou bastante evidente nos últimos meses diz respeito justamente às novas formas de ampliar a presença digital das empresas. Em outras palavras, essa inovação está relacionada aos canais de distribuição dos produtos ou serviços no mercado, bem como aos pontos de venda.

A inovação na presença virtual do negócio tornou-se uma questão de sobrevivência para a maioria das empresas, principalmente diante da mudança do comportamento do cliente que passou a consumir intensamente pela internet. Uma pesquisa qualitativa realizada pelo Sebrae, entre os meses de maio e junho, acerca do enfrentamento da pandemia pelos pequenos negócios, mostrou que, na opinião desses empresários, medidas como o uso de canais digitais e as ações de marketing e relacionamento online, especialmente nas redes sociais, são mudanças que vieram para ficar.

“A primeira coisa que o empresário tem que ter em mente é que o seu negócio deve estar onde está o seu cliente. Por outro lado, com o mundo cada vez mais globalizado e digital, estar nas redes sociais ou na internet, de uma forma geral, é uma questão de sobrevivência. Não dá mais para dizer que, se der tempo, o empresário vai fazer um post nos perfis das redes sociais da empresa. Tem que ser uma prioridade”, destacou o analista de Inovação do Sebrae, Marcus Vinicius Bezerra.

Neste Mês da Inovação, o Sebrae preparou uma ampla programação para sensibilizar e mostrar para os donos de pequenos negócios que é possível inovar sem grandes custos, que a inovação vai muito além do uso de tecnologia. Ainda dá tempo de conferir os painéis e conteúdos que foram desenvolvidos especialmente para este mês. Clique aqui para saber mais.

Pensando nos empresários que ainda estão com dificuldades para inovar na presença dos seus negócios, a Agência Sebrae de Notícias (ASN) ouviu especialistas na área e apresenta algumas dicas a seguir:

1. Saiba marcar presença na Internet de forma efetiva

Não adianta apenas criar um perfil nas redes sociais e achar que ter curtidas garantirá as vendas. Se você tem ou já teve uma loja física, sabe como é importante torná-la bonita e atraente para o seu cliente. Portanto, seu perfil nas redes sociais ou a página da sua loja virtual deve ser tratada como a vitrine do seu negócio. Exponha o seu produto ou serviço com fotos bem feitas e imagens próximas do real. Além disso, não perca a chance de interagir com os seus clientes. Investir um pouco do seu tempo para se capacitar, de modo a atuar de forma profissional na internet, trará ganhos para o seu negócio. No Portal Sebrae são oferecidos cursos online, gratuitos, sobre marketing digital e vendas. Somente entre março e agosto deste ano, houve um crescimento de 63% no número de inscrições nesses cursos, com 1,6 milhão de matrículas efetuadas.

2. Considere a possibilidade de fazer parte de marketplaces

Durante a pandemia, as plataformas de marketplace tornaram-se uma boa alternativa para os pequenos negócios que amargaram perdas significativas no faturamento. Entre os benefícios em fazer parte de uma plataforma de marketplace, como o Magazine Luiza, está a possibilidade de ter acesso a uma estrutura que permite a gestão simplificada das vendas de forma digital, sem precisar de muito investimento. Isso porque o empresário não precisará arcar com as despesas relativas à divulgação, marketing, custos dos meios de pagamento, entre outros. Logo após o início da pandemia, o Sebrae fechou uma parceria com o Magazine Luiza para aumentar a presença dos pequenos negócios no Parceiro Magalu, plataforma criada especialmente para atender às necessidades do segmento. Conheça mais sobre como incluir seu negócio em marketplaces, clicando aqui.

3. Participe de rodadas de negócios e feiras virtuais

A busca por novos mercados, principalmente no exterior, é uma oportunidade para negócios inovadores. No final de junho deste ano, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em parceria com o Sebrae, a CNI e a Apex-Brasil, promoveu pela primeira vez, de modo totalmente online, o evento Business Connection Brazil: Food andBeverage. Em cinco dias, foram fechados US$ 28,72 milhões em negócios e US$ 150,88 em transações futuras entre fornecedores e compradores de 44 países. Se você é empresário de Arcos, Bambuí , Formiga e Itapecerica no estado de Minas Gerais, fique atento ao evento online, organizado pelo Sebrae MG. A feira virtual “Varejo Conectado” reúne mais de 30 empresas dos segmentos de moda, decoração, autopeças, entre outros.

4. Aplique o omnichannel no seu negócio

O omnichannel, ou multicanal, é uma tendência do varejo que se baseia na convergência de todos os canais utilizados por uma empresa. Ele integra lojas físicas e virtuais, sem que os clientes percebam a diferença entre o mundo online e offline. Com o consumidor atual cada vez mais conectado e bem informado, é preciso oferecer diferentes opções de canais de atendimento para que ele permaneça adquirindo do seu negócio. Mesmo que você tenha um atendimento presencial, ofereça também um atendimento digital, por delivery, aplicativos ou nas redes sociais pelo Whatsapp, por exemplo. Entenda que ficará a critério do cliente a decisão de qual canal ele vai definir para interagir com seu negócio.

Últimas Notícias

  • Empresariais
  • Técnicas
  • Estaduais
  • Melhores

Agenda Tributária

Período: Novembro/2020
D S T Q Q S S
01020304050607
08091011121314
15161718192021
22232425262728
2930

Cotação Dólar